Redefinindo a Escala de Valores


 Você já percebeu como a atual geração tem valorizado mais as coisas do que as pessoas? Parece que perdemos a noção das coisas, buscamos mais a realização dos projetos pessoais, em detrimento das pessoas.
Tem acontecido uma inversão de valores, onde as coisas mais importantes estão ficando em segundo plano, dando lugar aquelas que anteriormente não teriam tanto valor assim.
Está é uma geração que aprecia mais o trabalho, o carro, a casa, dentre outras coisas, do que os relacionamentos afetivos. Não é que buscar a satisfação na vida profissional e os bens materiais esteja errado, o problema está na inversão de valores.  
É preciso redefinir as prioridades, colocar cada coisa em seu devido lugar, aprender a valorizar aquilo que é essencial e deixar em segundo plano o restante.
A escala de valores de uma pessoa determina suas prioridades e o seu grau de confiabilidade. Todos aqueles que colocam os bens materiais em primeiro lugar, passariam por cima de princípios para alcançar seus objetivos.
O maior legado deixado por Jesus para a humanidade foi o da valorização do ser humano. Quando o Mestre disse: “amarás o teu próximo como a ti mesmo”, em outras palavras, estava ensinando sobre o real valor das pessoas. A escolha mais valiosa de um homem é investir em seus relacionamentos.
Quer saber se uma alguém é confiável? Observe sua escala de valores. Se ela estiver invertida o indivíduo passará por cima de tudo para realizar seus objetivos.
As pessoas mais confiáveis são aquelas que colocam o ser humano em primeiro lugar, que valorizam os seus relacionamentos e respeitam a individualidade dos outros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação