O Alívio para a Alma


Dizem que o tempo é o melhor remédio para curar as feridas do coração. Mas, será que isso é verdade? Se sim, por que tanta gente morre magoada com aqueles que lhe feriram?
É preciso analisar alguns conceitos, pois muitos deles estão formulados erroneamente. Tratar a ferida como algo comum, capaz de sarar com o tempo, é o mesmo que deixar um doente entregue a própria sorte.
Toda enfermidade precisa ser tratada, caso contrário se transformará em uma doença crônica, piorando o estado da pessoa.
Esse é o motivo de existir tanta gente vivendo debaixo de um legado de amargura. Elas aprenderam que o tempo é capaz de curar qualquer coisa, e por isso, permanecem afundados em tristeza, esperando um tempo que nunca vai chegar.
A cura da alma é um processo que precisa ser obedecido, caso contrário não fará os efeitos necessários.  Ela tem início com o reconhecimento da necessidade de tratamento, passa pela utilização do remédio correto e, por fim, a vem a total restauração.
Por isso Jesus convida a todos os feridos dizendo: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” (Mateus 11:28). Nesse momento Ele estava assumindo a responsabilidade de tratar as feridas da alma humana.
O primeiro passo para desfrutar do alívio prometido em sua Palavra, é reconhecer a sua necessidade de tratamento. Ninguém alcança cura de uma enfermidade sem procurar ajuda.
O segundo passo, que está subentendido no contexto desta Palavra é o perdão. “Tomai o meu fardo” aponta para a necessidade do indivíduo perdoar e ser perdoado. A mágoa é um fardo pesado, mas o perdão é um poderoso remédio para sarar as feridas.
O terceiro passo é o bálsamo da restauração. Quando a pessoa aceita receber a cura de Deus, reconhece à necessidade de liberar, ou de pedir, perdão, o Senhor opera uma completa transformação.
Por mais dolorida que sua alma esteja, ainda que os problemas pareçam sufocar os seus sentimentos, lembre-se que Jesus está sempre disposto a curar o seu coração e trazer alívio completo para sua vida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação