Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

AS DUAS FORÇAS

Imagem
Quase 100% de tudo que acontece na vida, se não tudo, é uma consequência de nossas escolhas individuais. Nada acontece por acaso, existe sempre uma legalidade aberta que traz resultados positivos ou negativos. Embora sejamos sempre tentados, ceder às tentações é uma decisão. Ninguém faz nada obrigado. Diante de uma escolha somos confrontados, impreterivelmente, por duas forças distintas, que batalham para conquistar o território da alma. Na luta interior entre o bem e o mal, existe a proporcionalidade de 50% de força exercida para cada lado. Nunca uma delas é maior do que a outra. Nesses casos, o que diferencia é a atenção dispensada a cada uma. Quando alguém chega a cair, isso não ocorre porque a força do pecado foi maior, mas por causa da escolha pessoal e intransferível que todo ser humano tem, chamada de livre arbítrio. Dessa forma, dizer que determinada atitude foi tomada devido a um sentimento incontrolável é apenas uma desculpa para justificar o seu erro. Geralmente, as pessoas se …

O PODER DE UMA ESCOLHA

Imagem
Todo indivíduo, em qualquer parte do mundo, tem o poder de escolher aquilo que deseja para sua vida. Mesmo em situações onde a liberdade de expressão lhe é tolhida o poder de escolha permanece latente em sua alma. Isso faz parte da essência humana. Desde o princípio o ser humano foi dotado do poder de escolha. Diferente dos animais, que agem por instinto, o homem tem a capacidade de decidir quais atitudes tomar, o que falar e aonde ir. Isso é o que os teólogos chamam de livre arbítrio. Porém, a maioria ignora o fato de que toda escolha tem uma consequência. Essa é uma lei universal que independente da visão espiritual. Segundo a física, toda ação produz uma reação. Isso significa que todas as suas escolhas carregam o potencial de atrair coisas boas ou ruins para sua vida. O apóstolo Paulo, em uma de suas cartas declarou: "tudo aquilo que o homem plantar, ele também colherá" (Gálatas 6. 7) A colheita é o fruto de uma escolha consciente, ou até inconsciente. Ela não depende do …