Perdidos na Casa do Pai

As igrejas estão repletas de pessoas que frequentam os cultos todos os dias, vão às células e demais reuniões, mas permanecem perdidas na casa do Pai.
O sentimento dessas pessoas é parecido com o daquele filho, mencionado por Jesus na parábola do filho pródigo, que se encontra no capítulo 15 de Lucas.
Aquele homem era filho, tinha o nome do pai, era herdeiro, tinha todas as características de filho, mas não vivia como tal. Seu pensamento e suas atitudes era a de um empregado qualquer. Ele vivia como um estranho no lar, com uma mentalidade de servo.
Quantas pessoas vivem da mesma forma dentro da igreja hoje? Elas aceitam a Jesus como Senhor, são adotados como filhos de Deus, conforme nos ensina o apóstolo Paulo, mas seus pensamentos ainda estão presos as idéias do passado, elas ainda não conseguem viver como filhos.
O pior é que esse tipo de gente fica dentro da casa do Pai atacando e acusando aos seus irmãos. Como não conseguem desfrutar da posição de filhos, também não aceitam que ninguém o faça.
Talvez por isso Paulo tenha instruído os discípulos de Jesus em Roma da seguinte forma: “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12: 2). 
Além de outros problemas, é possível que um deles fosse a perda da identidade de filhos de Deus. Quando alguém não consegue mais se ver como filho do Altíssimo acaba perdendo a chave que libera todo potencial do relacionamento com Ele.
Deus está preocupado em formar uma família, cheia de filhos, semelhantes a Jesus. Não é seu objetivo ter alguns seguidores, alguns escravos, pois esses são incapazes de amá-lo pelo que Ele realmente é.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação