Pequenas Ferramentas

Embora tentemos nos blindar de todos os lados, sempre haverá pessoas e situações com o poder devastador de ferir e magoar.
Infelizmente, esse tipo de problema parece estar impregnado a essência humana. Todas as pessoas, em todas as idades já feriram ou foram feridas por alguém.
Ninguém está isento desse mal, nem mesmo eu e você, caro leitor. Por mais que não queiramos aceitar, já fomos, em algum momento, a ferramenta para atacar e ferir o próximo.
Por isso, precisamos estar sempre atentos, para que não sejamos instrumentos de destruição na vida dos outros. É preciso tomar cuidado para que nossas atitudes e palavras não sirvam de arma para atacar a integridade física, espiritual e emocional daqueles que estão a nossa volta.
Se enganam aqueles que pensam nunca ter ferido ninguém. Infelizmente, estamos sujeitos aos mesmos erros e fracassos dos demais.
Dessa forma, estar vigilante quanto às atitudes e palavras é essencial para que não sejamos ferramenta nas mãos do inimigo contra a vida das pessoas a nossa volta.
Está em nossas mãos escolher se seremos uma benção ou uma maldição. Se seremos ferramenta que produz vida ou morte. Cabe a nós escolher, com sabedoria, a maneira como tocaremos o coração dos outros.

Independente da classe social, grau de estudo ou poder econômico, sempre seremos uma simples ferramenta para curar ou ferir. Como toda ferramenta, elas podem salvar ou matar. Podemos escolher se seremos ferramentas de Deus para levar salvação, ou instrumentos do inimigo para destruição. Que tipo de ferramenta você quer ser?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação