A CULPA É DE DEUS


Deus é culpado por todas as mazelas acontecidas no mundo. Ele é culpado pela fome, pela peste e pela miséria. É culpa do Todo poderoso o fato de crianças inocentes serem jogadas na sarjeta todos os dias.
Essas, e outras afirmações, fazem parte do repertório daqueles que buscam jogar toda culpa das mazelas ocorridas na humanidade para cima de Deus. É como se quisessem provar que o Altíssimo tem a responsabilidade sobre todo o mal.
Isso pode até parecer verdade em um primeiro momento, mas esconde a verdadeira motivação de tal atitude, a de ocultar sua própria responsabilidade diante dos fatos citados acima.
Se analisarmos atentamente chegaremos a conclusão de que a verdadeira culpa pelas mazelas é fruto das próprias ações da humanidade. Vejamos: acusamos Deus de não ter piedade das pessoas morrendo de fome, mas nos banqueteamos todos os dias com o bom e o melhor, sem fazer nada para alimentar os famintos.
Acusamos Deus da miséria espalhada pelo mundo, mas não queremos dividir nossa renda com os necessitados. Perguntamos por que Deus não olha para as crianças de rua, mas as ignoramos quando passamos ao seu lado.
Para melhorar o mundo em que vivemos é preciso mudar também nossas atitudes. Torna-se necessário assumir a responsabilidade por nossos próprios atos, ou melhor, pela falta deles. É mister que nos posicionemos honestamente, reconhecendo nosso fracasso em assistir aos nossos semelhantes.
Afinal de contas, jogar a culpa para Deus é muito fácil. Incriminá-lo pela responsabilidade dos atos de nossa responsabilidade também, mas tomar atitudes capazes de mudar a situação do outro é ainda mais indispensável.
Pesa sobre a humanidade o encargo de cuidar dos seus semelhantes, de formular ações capazes de alcançar os necessitados, de mudar a história dos miseráveis. Portanto, pare de acusar Deus por aquilo que é um compromisso seu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação