Seja Sempre Você Mesmo


Quem é você quando ninguém está vendo? Quais são suas atitudes quando está sozinho? Você escolhe os lugares mais escondidos para poder tomar atitudes que não tomaria na frente dos outros? Você disfarça seus sentimentos para que não saibam o que está sentindo realmente?
Essas, e outras perguntas, são confrontadoras, pois levam a pensar nas atitudes individuas, e daqueles que estão a nossa volta. As respostas podem definir se um indivíduo é verdadeiro ou falso.
Muitas pessoas são uma coisa, mas quando ninguém está olhando são outra. Tomam atitudes que contradizem completamente o que realmente dizem ser. Vivem uma duplicidade de atitudes que denigrem o seu caráter diante da opinião pública.
Normalmente esse tipo de pessoa acha que ninguém está vendo o que estão fazendo, agem como se fossem invisíveis, como se nunca pudessem ser descobertos. Mas, o que não imaginam é que sempre haverá alguém observando.
A transparência é a marca de um caráter sadio. Ela define não só as atitudes de uma pessoa, mas sua totalidade. Aqueles que conseguem ser transparentes alcançam o prestígio diante da comunidade onde vivem.
Por mais pacientes que as pessoas pareçam ser, elas sempre detestarão estar por perto daqueles que tem o prazer de agir duplamente, pois esse tipo de atitude aponta para o nível de falsidade que governa a alma do indivíduo.
Não adianta ser uma pessoa excelente, ter belas atitudes, falar bonito diante de algumas pessoas, e ser outra completamente diferente quando está longe da atenção dos seus conhecidos.
Um dia as mascaras caem, e por mais oculto que tenham sido seus atos, eles sempre serão revelados, as pessoas sempre ficarão sabendo quem você realmente é.
Você pode enganar os outros durante muito tempo, talvez até mais do que as pessoas imaginam, mas nunca conseguirá enganá-las o tempo todo.
As pessoas esperam que sejamos transparentes, que tenhamos uma só palavra, que nossas atitudes sejam sempre as mesmas, seja longe, ou seja perto; com todos olhando, ou na aparente solidão. Elas esperam que sejamos sempre nós mesmos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação