Aprendendo a Reconhecer o Valor do Outro


Algumas pessoas têm a mania de achar que só o que elas fazem é importante. Esse tipo de gente só sabe reclamar do serviço dos outros, vivem arrumando algum tipo de problema, além de viver colocando defeito em tudo que os outros fazem.
São pessoas mesquinhas, que não sabem fazer e ainda tentam esconder sua incompetência atrás de uma máscara de qualidade que não existe. Normalmente elas roubam as ideias e o produto de outros, repassando como se fossem seus.
Esse tipo de atitude aponta para algum tipo de distúrbio emocional que governa o interior desses indivíduos, e a acusação é apenas uma forma de tirar a atenção do outro, a roubando para si. Geralmente essas pessoas precisam usar esse tipo de atitude para se reafirmarem.
Aqueles que agem dessa forma precisam de cura interior, pois em algum momento de suas vidas foram traumatizados pelas atitudes de outras pessoas, e agora utilizam esse meio para tentar impressionar as demais que estão a sua volta.
Deus fez cada indivíduo único, sendo assim, cada um tem suas qualidades próprias, e não precisa ficar humilhando, diminuindo ou denegrindo o trabalho daqueles que estão a sua volta para alcançar o reconhecimento das pessoas.
O maior problema está no fato de que esse tipo de gente tira seus olhos do foco principal, colocando-o nos outros indivíduos que estão a sua volta. A partir daí, tudo que ele faz é voltado para tentar provar aos outros que ele é capaz.
Para conseguir se libertar desse tipo de atitude é necessário, em primeiro lugar, que o indivíduo reconheça seu erro. Em segundo lugar, ele deve aprender a reconhecer o valor daqueles que estão a sua volta. E em terceiro lugar deve tomar atitudes que substituam aquelas que denigrem a imagem das pessoas.
As atitudes de uma pessoa são de inteira responsabilidade sua, e esse tipo de indivíduo precisa aprender a reconhecer suas próprias responsabilidades, além de começar a reconhecer nos demais o valor que lhes é devido.
Aprender a reconhecer o valor do outro é uma questão de princípios, aqueles que aprendem a fazê-lo alcançam o reconhecimento e admiração das pessoas que o cercam.

Comentários

  1. Amado irmão em Cristo, Juanito Carvalho

    Em primeiro lugar, parabéns por esta página! Deus abençoe o seu ministério.

    Concordo com as suas palavras acima mencionadas.

    Ora, a Bíblia nos ensina a valorizar as pessoas.

    O Apóstolo Paulo, por exemplo, valorizava as pessoas. É o que podemos concluir da leitura de sua Epístola aos Colossenses, Capítulo 4, versículos 7 a 18:


    - “Colossenses 4
    7 Tíquico, o irmão amado, fiel ministro e conservo no Senhor, vos fará conhecer a minha situação;
    8 o qual vos envio para este mesmo fim, para que saibais o nosso estado e ele conforte os vossos corações,
    9 juntamente com Onésimo, fiel e amado irmão, que é um de vós; eles vos farão saber tudo o que aqui se passa.
    10 Saúda-vos Aristarco, meu companheiro de prisão, e Marcos, o primo de Barnabé (a respeito do qual recebestes instruções; se for ter convosco, recebei-o),
    11 e Jesus, que se chama Justo, sendo unicamente estes, dentre a circuncisão, os meus cooperadores no reino de Deus; os quais têm sido para mim uma consolação.
    12 Saúda-vos Epafras, que é um de vós, servo de Cristo Jesus, e que sempre luta por vós nas suas orações, para que permaneçais perfeitos e plenamente seguros em toda a vontade de Deus.”

    COM EFEITO, o Apóstolo Paulo, sem sombra de dúvida, reconheceu o valor das pessoas!


    PORTANTO, eu e todos nós, precisamos o reconhecer o valor do outro.

    Que o SENHOR nos ajude para que assim procedamos para a Sua honra e glória! Amém!


    Osvaldo Gomes Cruz

    ResponderExcluir
  2. Reconhecer o valor do outro é Facíl para aqueles que tem Cristo como exência de Vida!!! O próprio Jesus quando esteve na Terra Reconheceu o Valor de cada discípulo, não despresou a simportância de cada um deles no seu ministério. è lamentavel reconhecer que tudo o que foi postado acima é verdadeiro, O ser humano está mais preocupado com o ter do que com o ser, por isso se torna tão egoista, crêio que virão dias que todos chagarão ao pleno conhecimento da Verdade, enquanto esse dia não chega continuemos orando para que Deus Liberte aqueles que estão acorrentados.

    òtimo Artigo
    fique na Paz Laélia Tayane

    http://laeliatayane.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Osvaldo e Laélia, obrigado pelos belíssimos comentários. Realmente o amor de Cristo nos leva a amar aqueles que estão a nossa volta. Aqueles que são nascidos de novo o fazem com extrema destreza, da mesma maneira que Paulo fazia com seus irmãos. Precisamos aprender a agir dessa forma, pois o respeito e amor fazem parte do mandamento de Jesus.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação