Dias Melhores Virão

Existem momentos na vida em que as lutas do dia a dia parecem ser grandes demais, parece que os problemas nos sufocarão. São dias difíceis, onde as esperanças parecem ter fim, e os bons pensamentos sucumbem em meio ao vendaval.
Nesses momentos a maioria das pessoas acaba desistindo, entregando os pontos, e deixando de lado tudo àquilo pela qual lutaram durante toda a sua vida. Deixam-se levar pelas circunstâncias ruins sem ao menos lutar.
Acabam se esquecendo de que existem promessas surpreendentes para o dia de amanhã, que o Senhor deixou-nos a esperança para o futuro, mais do que isso, que Ele nunca nos abandona e nem nos deixa sozinhos.
Viver com a certeza de que Ele está do nosso lado aumenta a fé de que há um futuro melhor, de que um dia todo mal que estamos vendo, sofrendo ou passando, terá um fim, e que Ele se mostrará como grande libertador de nossas vidas.
A fé no Senhor nos garante a visão de um futuro melhor, abre nossos olhos para que possamos ver novas expectativas, novos horizontes. É essa fé que nos faz vislumbrar as grandezas de dias melhores que estão por vir.
Talvez você ainda não consiga ver o que está preparado para o futuro. Mas, ainda que tudo a sua frente se mostre escuro, que tudo pareça perdido, lembre-se de que o Eterno já tem preparado para você dias melhores.

Comentários

  1. Verdade! Mas o fato é que Deus não é magico. Muitos se frustam na fé por que ficam esperando que alguma coisa aconteça sem se quer fazer alguma coisa pra sair da situação. Seja espiritual ou fisicamente ou ainda materialmente todo milagre depende da participação humana para acontecer. Quando o povo de israel saiu do Egito se deparou com o mar a sua frente. E Moisés precisou tocar as águas para que elas se abrissem. Se dermos o primeiro passo Deus cria a situação necessária para mudar .

    Isto é fé inteligente!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação