O Silêncio de Deus


Existem momentos na vida que parece não haver respostas para as orações. Nesses momentos da à impressão de que Deus se esqueceu de nós, ou no mínimo está irado com alguma coisa que fizemos.
O pior é que normalmente a dor da solidão, da falta de respostas, parece ser pior do que os próprios problemas que estamos enfrentando. Nessas horas os sentimentos de inutilidade e rejeição são latentes em nossa alma. Em alguns casos o desespero bate de forma tão assustadora que parece não haver nenhuma esperança.
Esse não é um problema específico de uma determinada pessoa, inúmeros heróis da fé passaram pelas mesmas circunstâncias e venceram. Melhor do que isso, saíram ainda mais fortalecidos e com sua fé no Senhor ainda maior.
Um bom exemplo é do servo Jó, um homem que tinha tudo, mas que de uma hora para outra acabou enfrentando uma tormenta indescritível ao coração humano. Por mais que tentemos imaginar o que ele sofreu fica difícil diante de tantas dores e decepções.
Muitas pessoas abandonariam o barco na primeira oportunidade que tivessem, seguiriam o conselho da esposa e tentariam contra própria vida, ou procurariam ajuda em outros lugares, como tem feito à maioria.
O segredo da vitória está justamente em permanecer fiel. Mesmo que você não consiga ouvir a voz de Deus continue crendo que Ele está do seu lado. Nem sempre o silêncio significa que o Senhor deixou de ouvi-lo, ou mesmo o abandonou a própria sorte.
Tudo que o Eterno faz tem um propósito. Ainda que nossa limitada mente humana não consiga alcançar Ele está no controle da situação, trabalhando a favor daqueles que o amam e o buscam.
Jó experimentou muitas dificuldades na sua vida, mas em determinado momento da história pode declarar algo que ecoa até os dias de hoje nos dando esperança e renovando nossa fé. Ele disse: “Com os ouvidos eu ouvira falar de ti; mas agora te veem os meus olhos.” (Jo 42: 5).
Talvez os mais despercebidos não tenham notado o que está nas entrelinhas das palavras desse grande homem de Deus, mas o que ele queria dizer realmente é que diante de toda dificuldade chegou um momento em que pôde ver o Senhor caminhando com ele em todos os momentos difíceis que passou. Ele conseguiu enxergar o Eterno andando do seu lado.
Pode parecer estranho, mas o silêncio de Deus não significa que Ele nos abandonou, mesmo sem qualquer palavra Ele está trabalhando a nosso favor. Ele nunca deixa de cumprir sua promessa de estar sempre ao lado daqueles que lhe são fiéis.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação