O Justo Encontra Esperança Na Misericórdia De Deus.


Existem momentos em que você parece fazer tudo errado, nada do que faz está de acordo com aquilo que diz viver. Parece que existe um abismo entre sua vontade e suas ações.
O pior é quando o desejo do seu coração é fazer apenas aquilo que é certo, mas diante das tentações acaba cedendo e cometendo os mesmos erros que outrora condenara. Nesses momentos parece perder o chão, a alegria de viver e de lutar.
O que respalda e anima a permanecer firme, é a misericórdia do Senhor. Através dela é possível ver o amor e cuidado do Altíssimo para com sua criação, e principalmente com aqueles que decidiram segui-lo.
Muitas pessoas questionam a bondade de Deus alegando que uns sofrem mais e outros menos, mas acabam se esquecendo de que seu amor e misericórdia são dispensados a todos os seres humanos, todos os dias, dando-lhes a oportunidade, e o direito, de querer ou não obedecer aos mandamentos do Eterno.
É claro que aqueles que optam por não cumprir suas leis acabam caminhando fora da sua vontade, e consequentemente sem a sua presença. Mas, segundo as Escrituras, todos aqueles que decidem por cumprir seus mandamentos podem desfrutar integralmente de sua graça.
A misericórdia de Deus traz esperança a alma aflita e que precisa do seu perdão para prosseguir a caminhada. O profeta Jeremias confiava tanto na misericórdia de Deus que declarou: “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim, renovam-se a cada manhã.” (Lamentações 3: 22).
Baseado nessa certeza o justo pode adentrar os portões celestiais através da fé, chegar-se diante do trono da graça, tendo a certeza de que terá seus pecados perdoados e será aceito novamente pelo altíssimo. O Justo encontra esperança na misericórdia de Deus.
A misericórdia do Senhor é a certeza de que Ele não nos trata segundo os nossos pecados, como declarou o salmista, mas segundo a grandeza do seu eterno amor. Ela é a esperança nos dias difíceis, é o que nos da força para levantar e prosseguir na jornada em direção as mansões celestiais. 

Comentários

  1. O que muitos não entendem é que o AMOR de Deus é incondicional, mas as promessas não, todas as promessas tem condições para que aconteçam. São nesses princípios que os que temem a Deus descansam de que Ele é fiel para as cumprir as suas promessas independente das situações. Olhando a bíblia poderemos ver o grande amor de Deus pelo homem mesmo quando esse pecava , mas quando olhamos as promessas tinha uma regrinha básica: Se

    Uma boa noite

    ResponderExcluir
  2. Os de coração contrito, espírito quebrantado, reconhecem que são alvos da misericórdia de Deus, e, por outro lado, imerecedores, portanto, indignos das suas bençãos. É difícil para a pregação humanista entender esse princípio. www.boazrios.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação