Quem Planta Colhe


A humanidade quer sempre o melhor, mas como colher amor se só plantamos o ódio? Como colher paz se só plantamos a guerra? Como colher amizades se plantamos inimizades? Como colher o bem se só plantamos o mal? Colhemos sempre aquilo que plantamos.

Grande parte da humanidade ignora a lei da semeadura, vivem suas vidas fazendo tudo que lhes vem à mente como se não houvesse amanhã, mas infelizmente, querendo ou não, colherão de acordo com o que plantaram.
Outro fator importante é que recebemos das pessoas que estão a nossa volta aquilo que também lhes entregamos. A lei da semeadura está em todos os lugares. Portanto, se você deseja ser amado deve manifestar atitudes de amor.
Muitas pessoas querem ser aceitas pelas demais do grupo, mas nunca fazem nada para que isso aconteça. Tratam mal a todo mundo, vivem brigando, discutindo, humilhando, e no final ainda querem alcançar respeito.
Todos, independente de quem sejam, do nível social, do poder aquisitivo, colherão baseado em sua semeadura. É impossível plantar ódio e colher amor, plantar desconfiança e colher confiança.
Quando falamos em colheita, apontamos para as consequências de cada atitude tomada. Todas as atitudes tem algum tipo de consequência.
Por isso Jesus disse, “amarás a teu próximo como a ti mesmo”, pois se agimos dessa forma estaremos tratando aqueles que estão a nossa volta com mesmo amor e respeito que gostaríamos de ser tratados. É a lei da semeadura.
                Ainda há tempo de você mudar a maneira como trata as pessoas, de trabalhar em seu caráter e deixar de lado as atitudes destrutivas, assumindo novos hábitos que trarão os outros para perto de você. É tudo fruto de uma escolha. Colhemos sempre aquilo que plantamos.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação