O Amor que Procede de um Coração Puro

Esses dias estava fazendo minha leitura diária no livro de 1 Timóteo e fiquei meditando sobre o versículo cinco, principalmente na primeira parte, que diz assim: “Mas o fim desta admoestação é o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência, e de uma fé não fingida.”
O amor é o mais sublime de todos os sentimentos. A todo o momento encontramos pessoas que buscam amar e serem amadas para suprir suas necessidades e carências pessoais. O problema é que a grande maioria não sabe ao menos o que isso realmente significa.
O Senhor Jesus disse que não pode jorrar de uma mesma fonte água boa e água ruim, que uma árvore não pode dar dois tipos de frutos e ainda completou dizendo que a boca fala daquilo que o coração está cheio.
Dessa forma, não pode jorrar amor de um coração impuro, porque a impureza é capaz de contaminar o mais sublime de todos os sentimentos.  Por isso, algumas pessoas, por mais que se esforcem, não conseguem expressar tal sentimento, parecem terras áridas, impróprias para o cultivo do amor.
Segundo o Mestre, a falta de amor, uma má consciência e a fé baseada em interesses pessoas fazem parte da mais intima expressão daquilo que brota do coração de um indivíduo.
O homem age expressando aquilo que está enraizado em sua essência, quando ele vive praticando atitudes contrárias ao amor, significa que a impureza já contaminou por completo a sua fonte de vida.
Como está seu coração? Quais têm sido suas atitudes? O que você faz é fruto da pureza ou da impureza? Caso suas respostas tenham sido negativas chegou a hora de rever seus conceitos, de esvaziar seu depósito e permitir que o Messias comece a encher seu coração novamente com toda sorte de vida que vem do céu.
Seu coração foi criado para jorrar o amor de Deus a todas as pessoas que estão a sua volta, qualquer coisa que impeça esse processo faz parte da impureza e precisa ser tratado imediatamente para que não contamine por completo o seu bom depósito.


Comentários

  1. A paz do Senhor meu irmão Juanito, é uma mensagem que nos toca profundamente e nos faz refletir, o amor como é difícil amar, mas não é impossível... bela mensagem.

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de acrescentar: O AMOR é o primeiro fruto do Espirito Santo, na realidade todo crente deveria produzir este fruto, é o resultado do novo nascimento, seria então o crente genuino, nascido de Deus, andar como o Senhor Jesus andou, enfim ser verdadeiro discipulo do Mestre.
    Que bom seria
    Deus os abençoe
    Pr. José Eymard

    ResponderExcluir
  3. Precisamos produzir o fruto do amor, pois vivemos em uma geração que tem banalizado esse sentimento constantemente.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação