A Vigilância é o Segredo para Permanecer Firme

A pessoa passa a vida inteira trabalhando para que os outros tenham uma imagem definida do seu caráter e por causa de um erro tudo pode vir abaixo. Alguns centésimos de segundo, uma pequena falta de atenção, um descuido insignificante e até mesmo a beleza de uma flor são suficientes para tirar o foco e levar a pessoa à queda.

O que separa o homem da queda não é o que ele faz durante toda a sua vida, nem o seu nível de conhecimento ou tempo de caminhada, mas sim o quanto ele é capaz de permanecer vigilante.
A história está recheada de personagens marcantes, pessoas que gravaram seu nome de forma sobrenatural e inesquecível, mas que em algum momento perderam o foco e acabaram sucumbindo pela falta de atenção.
O Objetivo aqui não é o de acusar ninguém, nem apontar o dedo mostrando os erros dos outros, pelo contrário, estamos no mesmo barco, e precisamos praticar juntos a arte da vigilância.
Quando Jesus estava reunido com seus discípulos, pouco antes de ser preso, deixou um ensinamento que até hoje ecoa a fim de nos dar direção sobre esse assunto. Ele disse: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.” (Mateus 26: 41).
O interessante é que o Senhor coloca a vigilância em primeiro lugar, antes mesmos da oração, para que o homem não caia em tentação. Isso porque Ele conhece a essência humana, e sabe que somos facilmente levados à queda.
Em outras palavras o Messias quis dizer que devemos vigiar diligentemente como se cada segundo de vida fosse o último. Suas palavras tem o objetivo de nos levar a manter a mais completa vigilância.
O interessante é que a maioria das pessoas só da atenção aos ensinamentos depois que erra. Nesse momento se lembra de que pode pedir perdão, promete que não vai mais errar e que a partir dali sua vida será diferente.
O apóstolo Paulo diz: “Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia.” (I Coríntios 10: 12). Isso significa vigiar ininterruptamente, andar de forma tão cuidadosa sem espaço para tropeços, ou surpresas.
O conhecimento pode nos ajudar, nos apontar o caminho e dizer como seguir na caminhada, mas a única maneira de permanecer de pé é estar vigilante. Muitas pessoas caem por autossuficiência, acham que já conhecem o caminho e por isso acabam relaxando.
Mantenha a atenção, pois existe muito perigo na caminhada. O processo de queda começa quando nos distraímos por qualquer coisa, estar vigilante é a única forma de permanecer de pé. 

Comentários

  1. Seja bem-vindo ao UBE. Gostaria de ser seu amigo.Pode acompanhar as minhas notícias e se tornar membro do meu blog no:
    http://radiopentecostal.blogspot.com/

    Qualquer coisa estamos por aí.

    Marivan.

    ResponderExcluir
  2. A paz, ontem o SENHOR me deu uma palavra,"Se você acha que a função de DEUS é te impedir de cair, tá afirmando que ELE falhou com os anjos? A terça parte lembra? O que ELE tinha que fazer foi feito através de Josué, meditar no livro da lei e não nos apartar dele, a prática da palavra é que vai nos impedir de cair, graça e paz.

    ResponderExcluir
  3. Por isso a importância de estar sempre atento, vigiando para não cair.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação