O ERRO COMEÇA EM VOCÊ

Encontramos diariamente muitas pessoas reclamando da sua vida, do lugar onde vivem, da sua situação financeira e do seu status social. Elas parecem estar completamente descontentes com tudo que acontece a sua volta.
São indivíduos murmuradores, cheios de amargura em seu coração, contaminando todos a sua volta. Para eles, o mundo está todo errado, contestam todas as situações e condenando a sociedade pelos desatinos de suas escolhas.
Esse tipo de gente só consegue ver as coisas ruins que acontecem a sua volta, deixando passar despercebidas todas as bênçãos derramadas pelo Criador diariamente. Aliás, Deus, para eles, é o grande carrasco da história, um sádico incapaz de resolver os problemas da humanidade.
Na maioria dos casos esse tipo de pensamento é fruto de alguma decepção do passado, que gerou insegurança e medo, criando uma forma de defesa que se manifesta através da acusação e da incredulidade nos padrões sociais.
Para esse tipo de gente, essa é uma forma de se defender do fracasso anunciado, desviando o foco central das suas deficiências, culpando o sistema e tudo aquilo que o cerca.
Mesmo quando coisas boas acontecem, reclamam da vida como se o benefício recebido não tivesse valor algum. Esses fazem parte do grupo de pessoas que só consegue ver o copo meio vazio.
É muito difícil lidar com esse tipo de gente, pois vivem insatisfeitos, sendo quase impossível fazer alguma coisa capaz de agradá-los.  O pior é que a maioria nunca assume a necessidade de um tratamento para vencer essa fragilidade da alma.
Para que ocorra uma transformação, é fundamental a pessoa começar a mudar o seu modo de ver as coisas. É preciso aprender a valorizar cada uma das bênçãos do dia a dia, como se elas fossem o mistério mais importante do universo.
A única maneira de vencer esse tipo de pensamento é reconhecendo seu erro; pedindo perdão a Deus pela murmuração; pela incredulidade; e aceitando a necessidade de tratamento. Ninguém alcança a cura sem antes reconhecer que precisa ser curado.
Somente dessa forma o indivíduo conseguirá perceber que o mundo a sua volta não está conspirando contra ele. Afinal de contas, coisas boas e ruins acontecem todos os dias a todo ser humano.
Por isso mesmo o autor de Eclesiastes disse que o sol nasce para justos e injustos, bons e maus, sem fazer qualquer distinção de pessoa. O simples fato de nascer já significa o torna suscetível as inúmeras intempéries da vida.
Saber reagir diante dos momentos difíceis, sem generalizar as situações, é o primeiro passo, o segundo é mudar o modo como está vendo as coisas e o terceiro é aceitar, sempre que necessário, a necessidade de cura da sua alma, a fim de poder viver plenamente aquilo que foi separado por Deus para você.
Não adianta você querer mudar o mundo inteiro, enquanto o seu coração estiver quebrado. Mude primeiro a você, as suas atitudes e a sua forma de pensar. Quando isso acontecer você perceberá que não era o mundo que estava errado, mas você.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação