Como os Outros Veem Você?


Ninguém precisa ser controlado pela vontade dos outros. Mas, a maneira como os outros veem você faz a maior diferença. Isso porque, o jeito como é visto reflete o seu caráter.
Algumas pessoas não estão preocupadas com esse tipo de coisa. Vivem a vida de forma completamente desregrada, tomam atitudes impensadas e ignoram todo tipo de conselho com argumento de que levam a vida da maneira que quer.
O problema é que a maioria ainda não entendeu que o modo como somos vistos pelos demais é justamente a imagem que repassamos para eles. Nesse quesito, alguns são conhecidos como mentirosos ou verdadeiros, amantes ou odiosos, brigões ou pacificadores, etc.
Poderíamos ficar dias aqui escrevendo sobre as diversas formas de sermos vistos e reconhecidos por aqueles que estão a nossa volta. Isso porque, nossas atitudes demonstram quem realmente somos.
Agora, porque se preocupar com que pensam de mim? O importante não é fazer o que quer sem se importar com os outros? E a minha liberdade de escolha, onde fica?
Essas são questões interessantes, pois apresentam alguns questionamentos que podem direcionar nossa vida. Por exemplo, todos nós vivemos em comunidade, pensar em como minhas ações poderão interferir no grupo em que convivo faz parte da responsabilidade social de cada indivíduo, e, a não ser que queira viver isolado, preciso pensar nos outros.
Em questão da liberdade, vivemos em um país onde temos a liberdade de ir e vir, somos responsáveis pelos nossos atos. Mas o que a maioria esquece é que essa liberdade também traz responsabilidades que incluem aqueles que estão a nossa volta.
O mais interessante é que a pessoa que faz esse tipo de questionamento, normalmente se sente afrontada quando o outro também decide usar da sua liberdade para fazer o que quer.
Nesse momento se sentem agredidos, porque o outro usou da sua liberdade para também fazer o que quer. Eles se esquecem de que minutos antes estavam agredindo a liberdade do outro.
Por esse motivo encontramos Jesus ensinando aos seus discípulos que eles deveriam tratar os outros da maneira como gostariam de serem tratados. Isso aponta para o respeito mútuo e para o viver em comunidade.
A maneira como você é conhecido pelo grupo determina o nível de liberdade que você realmente tem, pois livres não são aqueles que fazem tudo o que querem, mas os que sabem escolher o que devem abdicar para que o grupo vá bem.
Talvez você nunca tenha pensado nisso, mas a maneira como os outros o veem é de estrema importância, pois também aponta para nível de aceitação que você tem.

Comentários

  1. Olá Juanito

    Você tocou num ponto que é primordial respeito mútuo porque só assim podemos viver bem.

    Um Abraço

    ResponderExcluir
  2. Olá Juanito

    Você tocou num ponto primordial o respeito mútuo e só assim podemos viver bem porque eu posso até não concordar com a vida que alguns levam,como outros podem discordar da minha mas essa tentativa inútil de agradar e se anular não leva a lugar nenhum .

    Um Abraço

    ResponderExcluir
  3. ?Grande Abraço Fábio, que Deus te abençoe!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação