Tome uma Atitude


Todos os dias é possível encontrar algum tipo de obstáculo diferente tentando nos fazer parar. Eles aparecem quando não esperamos, com objetivo de destruir as fortalezas da alma, a fim de nos levar a desistir daquilo que buscamos.
Esses obstáculos podem ser pensamentos, erros, palavras depreciativas ou desanimadoras, acusações, situações difíceis, dentre muitas outras coisas. Tudo isso parece girar em torno de um único propósito, a falência dos nossos projetos.
Mas, o que fará a diferença, é a atitude de prosseguir, mesmo diante das dificuldades. Aliás, quando o obstáculo se apresenta é preciso que a pessoa tome uma posição, tendo a coragem de lutar, pois caso contrário sucumbirá diante dele.
Alguns, mais fracos, tendem a se render as tentações, a desistir de lutar, se entregando aos problemas, como se nunca fossem conseguir transpor as barreiras. Eles passam a viver cativos do problema, pois nunca tomaram a atitude de vencê-los.
Fico imaginando aquele homem cego, a beira do caminho, clamando incansavelmente por Jesus, relatado na Bíblia. Todos os que estavam a sua volta tentaram calar a sua voz, ordenaram seu silêncio e procuraram desanimá-lo. Mas ele continuou clamando até o Mestre ouvir.
Sua persistência, sua e sua luta chamaram a atenção do Messias, que parou e mandou chamá-lo. A recompensa por sua perseverança foi conquistada, pois não se rendeu as palavras de desânimo e a situação difícil em que se encontrava.
Ele tinha todas as desculpas para desanimar. Era cego, mendigo, desprezado pela família, rejeitado pela sociedade e considerado um amaldiçoado. Ninguém nunca parou para ouvir a sua voz, ou se importou com sua dor. Ele vivia as margens do caminho, vivendo da piedade e das esmolas que conseguia ganhar.
Mas, quando ouviu que Jesus iria passar, tomou uma atitude, levantou-se e começou a clamar com todas as suas forças, até conseguir chamar a atenção do Mestre.
Você pode permanecer parado, vivendo na mesmice de sempre, dando desculpas para o seu fracasso, ou tomar uma atitude de mudança. Para isso, é preciso se levantar, deixar de lado os pretextos para derrota e começar a agir, mesmo que isso significa apenas clamar.
Saia dessa posição de miserável, deixe de aparentar ser apenas mais um, tome uma posição. Todos os aqueles que o amam esperam algo diferente de você. Dê uma resposta aos que torcem pelo seu fracasso.
Deus não o criou para viver como um derrotado, mendigando o carinho, o respeito, a atenção e a compaixão dos outros. Ele o criou para ser um vencedor, assim como restaurou a vida daquele cego, o Mestre também quer restaurar a sua. Basta apenas que você tome a coragem de sair da beira do caminho, encare os desafios e clame pela sua graça e misericórdia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação