O Dom do Perdão


Uma das maiores dificuldades de todo indivíduo é reconhecer que está errado. Tal atitude complica quando se torna necessário voltar atrás e pedir perdão aquele a quem feriu.
Parece que o ato de pedir perdão, ou perdoar, mexe com o orgulho da pessoa, fazendo-a pensar que ao tomar tal decisão estará se rebaixando diante do outro. Por isso, o perdão tem sido o calcanhar de Aquiles da humanidade.
Mas, ao contrário do pensamento da maioria, essa atitude é uma das mais belas do comportamento humano, sendo o diferencial de caráter de qualquer indivíduo. Por mais difícil que seja, perdoar sempre será a prova da nobreza, do nível de cura e libertação de uma pessoa.
Perdoar não é sinal de fragilidade, mas de força e ousadia. Basta analisar o cotidiano e veremos como isso é verdadeiro. A maioria das pessoas se esconde atrás de rancores e mágoas todos os dias, negando perdoar e pedir perdão. Mas os curados decidem agir de forma contrária, liberando e pedindo perdão sempre que se faz necessário.
O perdão é algo tão importante no relacionamento que Jesus ensinou os seus discípulos a tomarem essa atitude todas as vezes que ocorrer uma desavença. Segundo o Mestre, tomar a atitude de reconhecer o seu erro e pedir perdão pelas suas falhas está ligado, inclusive, a adoração.
Por isso, é de extrema importância que cada irmão tenha o seu coração livre para perdoar, sem guardar qualquer tipo de rancor contra os demais, a fim de estar sempre livre para entrar na presença do Rei sem nenhuma acusação.
Perdoar é um dom que precisa ser praticado constantemente pelos seguidores de Jesus. Lembrando sempre que para recebê-lo do Senhor é necessário também liberar perdão sobre os outros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação