Alcançando a Liberdade Sentimental


A todo o momento as pessoas são confrontadas por sentimentos maliciosos, que tem como único objetivo paralisar o indivíduo, e impedi-lo de alcançar os projetos que foram predeterminados.
Por incrível que pareça, eles sempre surgem em momentos decisivos da vida, aqueles em que é preciso tomar uma decisão. Parecem fantasmas que tentam assombrar, destruindo as forças, trazendo insegurança e medo.
Poderíamos relacionar uma lista, quase que incalculável deles, mas nos ateremos a apontar apenas os mais comuns, aqueles que normalmente atacam a maioria das pessoas, afinal, são sempre os mesmos.
São sentimentos como: o medo, o desânimo, a fraqueza, a insatisfação, o complexo de inferioridade, e muitos outros, que bombardeiam a mente humana trazendo confusão, e em muitos casos, levando a desistência.
Algumas pessoas, por não saberem controlar tais pensamentos, beiram a linha da loucura, outros simplesmente desistem daquilo que estavam buscando por acharem-se incapazes diante dos problemas propostos por esses sentimentos.
A Bíblia diz em Isaias que Jesus levou sobre si as nossas dores e enfermidades. Isso significa que Ele morreu para que o homem fosse completamente sarado em todas as áreas de sua vida, e isso inclui a área sentimental.
A liberdade alcançada pelo Messias na cruz do calvário tinha como objetivo libertar o homem do pecado, restaurar sua comunhão com o criador e ao mesmo tempo sará-lo de toda ferida que venha atacar tanto o corpo físico como a alma humana.
Deus não criou o homem para viver infeliz, preso a sentimentos destruidores, com sua alma cativa da depressão. Ele o criou para ser e viver feliz todos os dias.
O inimigo é quem tem o interesse de manter você preso a esses sentimentos, de manter cativa sua alma, pois enquanto isso ocorrer ele o terá em suas mãos, debaixo do seu controle.
Jesus disse que quando Ele liberta uma pessoa, nesse momento ocorre uma verdadeira libertação. Isso significa que nada mais pode prender o indivíduo, nada pode mantê-lo cativo, pois o Messias o libertou.
Independente da barreira sentimental que você esteja vivendo, lembre-se sempre de que Jesus deseja libertá-lo. Ele não tem prazer em vê-lo cativo de sentimentos que apenas destroem sua felicidade.

Comentários

  1. Realmente sentimentos diversos de derrota e depressão tentam atingia a todos diariamente, o diabo age na mente e nos sentimentos do homem, a nossa maior luta é esta, resistir aos impulsos malignos que insistem incansavelmente contra nosa mente tentando nos manter presos em uma eralidade de derrota e cativeiro, temos porem como socorro a palavra de deus que nos mostra como repeender este mal e resistir a ele. Parabéns por esta palavra.

    ResponderExcluir
  2. Glória a Deus! que postagem edificante, Oro ao Pai pra que Ele continue te enchendo de Sabedoria. PAZ irmão

    lia:D

    ResponderExcluir
  3. realmente,nos precisamos perceber as artimanhas do inimigo em nossas vidas,ele não nos derruba mais com pecados gigantescos, mas vem nos atacando em nossas mentes nos fazendo sentir incapazes,ou deprimidos achando que estamos derrotados,amigo que Deus continue iluminando você, pos quando estou me sentindo perdido, em suas palavras ouço Deus me sacudir e me acordar!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação