A Perfeição do Tempo de Deus

O Pai trabalhe de forma perfeita para nos entregar tudo em seu devido tempo. Ele não está preocupado com dias e horas, mas com o amadurecimento dos seus filhos, até que possam assumir grandes responsabilidades.
Muitas vezes as coisas demoram a acontecer em nossa vida porque o nosso tempo nem sempre está de acordo com o tempo de Deus. Aquilo que parece demora, aos nossos olhos, é a plenitude do tempo divino. Se você receber algo antes da hora não estará pronto para administrar, se deixar para depois terá passado do ponto. Por isso, o Pai tem o tempo apropriado para cumprir cada projeto.
Como diz Salomão, "para todo propósito há tempo e modo". Há um tempo específico para cada coisa. Saber esperar é essencial para o crescimento.  O tempo é um instrumento de Deus para trabalhar, pelo menos, quatro coisas em nossa vida. A paciência, a maturidade, o caráter e a vontade própria.
Por mais difícil que pareça a situação, nos tempos de tribulação, não se esqueça de que o Pai está no controle de tudo. Ele está trabalhando em você, até estar pronto para receber aquilo que Ele mesmo prometeu.
O problema é que nós, seres humanos, somos imediatistas. Queremos as coisas no nosso tempo e hora. Porém, Deus Pai só nos entrega aquilo que estamos prontos a administrar. Ele não é como nós, que fazemos concessões com nossos filhos e permitimos que realizem atividades fora do seu tempo.
Nós permitimos que as crianças dirijam antes dos 18 anos; frequentem locais inapropriados para sua idade; assistam programas de adultos , etc. Mas, felizmente, o Pai Celestial não age dessa forma. Ele só permite que façamos algo quando já estamos maduros.

A maturidade é o tempo perfeito do Senhor para as nossas vidas. Ele usa esse período para amadurecer nosso caráter, para fortalecer a nossa fé e quebrar o nosso orgulho, além de nos ensinar a entregar a nossa vontade Própria, para que possamos viver somente aquilo que está em seu coração.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação