As consequências da Queda


Quando as pessoas pensam na queda, lembram-se apenas que Adão e Eva foram expulsos do paraíso, mas acabam se esquecendo que aquele episódio teve implicações muito maiores para a humanidade.
A primeira confusão se dá ao fato de que o homem, aparentemente, não perdeu nada físico. Há aqui um questionamento, pois, segundo a Palavra, Deus dissera que eles morreriam se comessem do fruto.
É justamente nesse ponto que a maioria acaba se equivocando, pois ao analisarmos as escrituras veremos que tudo o que deus falou se cumpriu na vida do homem após comer do fruto.
Em primeiro lugar, ele realmente morreu, naquele momento não fisicamente. A morte sofrida instantaneamente foi a da perda do seu relacionamento com o Eterno, ou seja a morte espiritual. Todas as vezes que o homem se afasta da vontade de Deus, ele morre espiritualmente.
O segundo fator interessante aqui, é que o homem foi criado por Deus para ser eterno, não estava nos planos do Senhor a morte física de Adão, mas ao comer do fruto ele perdeu o direito de sua eternidade.
A terceira coisa importante a ser notada é que a morte física passou a ser uma consequência desse pecado. Sua desobediência trouxe consequências devastadoras para toda humanidade, pois a partir dali todo filho de Adão teria como herança a morte física.
Agora, como já relatamos anteriormente, a maior perda do home foi a da liberdade de se relacionar com Deus. Quando pecou, Adão abriu mão do seu direito de estar todos os dias face a face com o Eterno, ele perdeu o direito a sua presença.
Deus criou o homem para se relacionar com Ele. Era propósito do seu coração que todos os dias pudesse conversar com sua criação, saber quais as suas alegrias e tristezas, como estava indo seu dia a dia, mas o pecado quebrou esse elo e construiu uma barreira no relacionamento.
É claro que Deus arquitetou uma maneira de restaurar esse relacionamento. Através da morte vicária de Jesus na cruz do calvário, Ele reabriu as portas que foram trancadas pelo pecado, e restituiu o direito de o homem chegar mais perto de seu Criador.
Não existe outra forma, não há outro caminho, a única maneira de se chegar perto de Deus é passando pela porta eterna que fora aberta, chamada Jesus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação