O Diferencial para Conquista

Estava me lembrando do episódio em que Davi venceu o gigante Golias e como nossa geração se parece muito com aqueles soldados israelitas diante da afronta do filisteu. Isso me fez pensar nos três grupos de pessoas que podem ser encontrados dentro da igreja.
No primeiro grupo estão aqueles que veem o gigante e fogem; o segundo é composto pelos que veem o gigante e paralisam e o terceiro grupo é constituído daqueles que veem o gigante e partem para cima.
Aqueles que fazem parte do primeiro grupo tendem a ficar murmurando contra Deus; os que compõem o segundo grupo jogam a culpa do seu fracasso para cima dos outros e os do terceiro grupo se lançam na total dependência de Deus para vencer o desafio.
O que determina a vitória ou derrota diante de um grande desafio é a nossa atitude diante deles. Não adianta possuir grandes habilidades, conhecimento e fama, é preciso saber agir e reagir na hora certa, no momento apropriado, sem deixar de lado a confiança naquele que é Senhor de nossas vidas.
O grande diferencial na vida de Davi foi sua atitude diante da afronta do gigante. Enquanto seus conterrâneos, que, diga-se de passagem, eram soldados experientes, fugiram ou ficaram estáticos, aquele garoto aceitou o desafio de derrubar o gigante.

A diferença entre o vitorioso e o fracassado está sempre na reação. A escolha que fazemos é o diferencial para a conquista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação