A Decadência Moral


A decadência moral vem progredindo rapidamente nos últimos anos. Parece que o ser humano perde, a cada dia, a noção da ética e dos bons costumes, que sempre nortearam a humanidade.
Se até bem pouco tempo algumas práticas eram consideradas imorais, hoje apontam como grandes “virtudes” da raça humana. É como se ela estivesse comemorando o fato de regredir. Aliás, talvez essa seja a melhor palavra para definir a geração atual, “regressão”.
O homem, gradativamente, está caindo, ou melhor, despencando, na área moral. A futilidade tornou-se algo natural. Perdeu-se o prazer em viver os padrões morais como se fossem a coisa mais importante na vida de uma pessoa.
Não há mais preocupação em zelar pelo nome, o nome da família então, jogam na lama como se fosse esterco. Estamos rodeados de pessoas sem o menor pingo de vergonha.
Isso sem falar dos valores religiosos que há muito deixou de ter algum valor. O senso de pecado já não existe mais.  Trocamos Deus, a espiritualidade e a moral por futilidades, coisas que não trazem nenhum bem a raça humana.
Aliás, essa geração é marcada pela decadência moral, prenunciada por Jesus, e explícita nas atitudes e hábitos dos homens da atualidade. Tudo isso é, com certeza, cumprimento de tudo que já fora anunciado pelo Messias.
Isso não significa que deve ser a regra para todas as pessoas, a igreja deve permanecer como exemplo, como baluarte da verdade, e padrão para aqueles que estão vivendo longe da vontade do Criador.
Ela precisa despontar como a verdadeira “luz do mundo e sal da terra”, fazer a diferença em um mundo completamente corrompido pelo pecado, onde os padrões morais já deixaram de existir e deram lugar a práticas levianas.
A igreja é o modelo divino para a humanidade. Por esse motivo, deve permanecer ilesa diante das duras investidas do inimigo para destruir a moral e os bons costumes estabelecidos por Deus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação