Quem Está De Pé, Olhe Para Que Não Caia


A todo o momento somos tentados a deixar o estado de santidade que o Senhor nos proporciona através do sangue de Jesus. São pequenas tentações que, normalmente, se apresentam de modo sorrateiro, com cara de inocência, para de alguma forma tentar prender os filhos de Deus.
Quando Paulo escreveu sua primeira carta aos coríntios, uma das coisas que ele estava ensinando, era sobre a necessidade de estar sempre vigilante, buscando em Deus, para que não caíssem nas ciladas do inimigo.
O apóstolo não estava falando de queda, ou de como levantar ao cair, mas das atitudes necessárias para permanecer de pé. Era um chamado a permanecer atento, não vacilar diante das investidas do pecado.
Fico imaginando Paulo, se ao invés de escrever uma carta, estivesse pessoalmente com aquele povo, talvez ele dissesse: “EI!!! NÃO VACILE! NÃO SE RENDA AO PECADO! Irmão, você precisa se afastar de tudo aquilo que o levará a pecar. Seja vigilante... QUEM ESTÁ DE PÉ, OLHE PARA QUE NÃO CAIA.”
É certo, que todos os dias, todo instante, o discípulo de Yeshua enfrentará dificuldades, passará por tentações, será seduzido pelo pecado. Mas, permanecer de pé sempre será uma atitude pessoal.
Alguns desviam o foco, dizem não serem capazes de aguentar as investidas, de suportar a tentação. Porém, isso é uma mentira do inferno, pois a única pessoa que pode vencer o pecado por você, é você mesmo.
É uma decisão que deve ser tomada individualmente. Permanecer de pé é uma escolha de cada um. Por maiores que sejam as tentações, sempre será uma escolha pessoal cometer, ou não, o pecado.
Portanto, é preciso parar de utilizar desculpas para justificar suas escolhas. Vigie mais para que não venhas cair nas armadilhas feitas pelo inimigo. “Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia [...]” (1 Coríntios 10:12).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação