SIMPLESMENTE VOCÊ

Eu já vivi muito preocupado com o que os outros falam ou deixam de falar sobre a mim. Isso me fez abortar muitos projetos, deixar de ir a inúmeros lugares, não aproveitar muitas oportunidades, enfim, viver baseado no que os outros pensam e não naquilo que realmente sou.

Aprendi que não devo caminhar olhando para os outros. O que pensam a meu respeito só é importante em relação a minha imagem de credibilidade, contudo, não pode ser a base da minha motivação.

A maturidade nos faz perceber como invertemos alguns valores essenciais. Às vezes passamos a maior parte da vida montando uma imagem que não condiz com a realidade e quando olhamos para trás percebemos que as coisas não são, exatamente, daquela maneira.

Viver buscando satisfazer os interesses dos outros – seja na carreira, na família, no ministério, no relacionamento, na profissão, etc. – e deixar de lado aquilo que lhe faz bem é montar uma história cujos pilares estão alicerçados no pensamentos dos outros é boicotar a própria história.

Isso não significa viver alienado, sem manter um diálogo sadio com as pessoas a sua volta, mas saber compreender que a opinião externa não pode destruir as habilidades e imagem que você possui de si mesmo.


Pense sobre Isto!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação