ATITUDES PARA VENCER A TENTAÇÃO

Um dos episódios mais famosos da vida de Jesus foi a tentação no deserto. Diversos autores, pregadores, palestrantes, leigos e teólogos já comentaram sobre o assunto e fizeram suas ponderações. No entanto, hoje pela manhã, enquanto lia o texto, fiquei impressionado como ele aponta diretamente para a humanidade do Messias.

Agora, mais importante do que a tentação, foi a atitude do Mestre em relação ao seu tentador. Diferente de nós, em momento algum Ele ponderou brincar com o pecado; em hipótese alguma ele titubeou diante das investidas do inimigo; Ele não deu margem para o erro. Provavelmente, Paulo pensava sobre isso quando escreveu aos efésios dizendo: “Não deis lugar ao diabo.” (Efésios 4. 27).

Infelizmente, em quase 101% das vezes em que caímos, independente de qual seja o erro, nós agimos completamente diferente de Jesus. Ao invés de resistir, brincamos com o erro, agimos como se ele fosse um objeto de estimação.

Isso me faz lembrar um gato brincando com o rato. Num primeiro momento, o ratinho fica até feliz, pois o gato o encurrala em um canto e o deixa fugir para o outro; dá umas pequenas patadas só para derrubá-lo e finge que o deixará partir. Porém, quando o rato menos espera o felino deixa de lado a docilidade e o abocanha, findando sua breve existência na terra.

Essa cena se repete todos os dias com o ser humano, com uma diferença, o gatinho é um pouco mais feroz e tem o poder de não apenas matar, mas levar a uma destruição eterna. Assim como o gato, o inimigo de nossas almas não está brincando, está apenas se divertindo.

Nessa luta, é preciso tomar as mesmas atitudes de Jesus: fidelidade ao Pai, zelo pela palavra e firmeza em seu propósito. Somente dessa forma poderemos vencer as investidas do inimigo para nos fazer desviar do propósito. 

Comentários

  1. Temos que lembrar sempre que vencer as tentações quando estamos na coletividade é fácil, que Deus trata realmente com a gente na individualidade, quando estamos só é a hora mais dificil de vencer, essa nessa hora que Ele trata com quem realmente somos. Que possamos ser vencedores nessa hora de fato e de verdade. Lembrando sempre somos o que Deus vê, e só Ele nos ve no secreto.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação