O PODER DA HOSPITALIDADE

Estava pensando e, como de praxe, fui pesquisar um pouco sobre o significado da palavra Hospitalidade. É claro que nessa odisseia encontrei diversos textos, estudos e etc. falando sobre o assunto, mas todos eles sempre convergiam a um mesmo ponto, o significado da palavra.
Literalmente, hospitalidade significa receber alguém para estadia por um tempo determinado. Entretanto, podemos ir um pouco mais além, pois a etimologia da palavra nos remete a um sentido mais profundo do que o habitual.
Ela indica mais do que apenas receber, ela aponta para qualidade como se hospeda alguém. Afinal, qualquer um pode deixar alguém dormir em sua casa. Todavia, a hospitalidade é a qualidade de alguém capaz de acolher o outro suprindo todas as suas necessidades e de forma cordial, sem perder a qualidade do tratamento.
Dessa forma, mais do que receber o outro, é aceitar essa pessoa independente de suas forças ou fraquezas; perfeições ou imperfeições. É aceitá-lo como ele é. Isso lhe lembra alguém?
Olhando por essa perspectiva, compreendemos porque tamanha crise na sociedade. Falta à hospitalidade, a capacidade de acolher o outro com amor, respeito e consideração.
Diante dos novos rumos tomados pela sociedade, a hospitalidade vem perdendo espaço. Atualmente, as pessoas já não estão mais preocupadas com o tratamento que darão ao seu próximo. Tudo que elas querem é saber “quanto vão ganhar com isso”.
Certa vez Jesus declarou: “Tudo o que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles. Esta é a lei e os profetas.” (Mateus 7: 12). O Mestre estava nos ensinando, justamente, sobre a primazia da hospitalidade. Nessa sequência, primeiro eu trato o outro com cordialidade, respeito e integridade, depois recebo de volta os frutos desse tratamento.
A hospitalidade fala, diretamente, sobre a forma de tratamento. Sendo assim, fica mais fácil descobrir o porquê de muitas famílias estarem em crise. Afinal, marido e mulher; pai e filho vivem debaixo do mesmo teto, mas não existe cordialidade.
Os lares parecem mais ringues de UFC. Os membros da família vivem como gladiadores. A troca de “farpas” transforma qualquer conversa em um combate sangrento onde todos saem feridos.
O que dizer dos estabelecimentos comerciais? Muitos empresários reclamam da queda nas vendas, mas na maioria das vezes entramos em uma loja e somos muito mal recebidos. O que mais encontramos são vendedores, no mínimo, desatentos; mal encarados e grossos.
Com certeza, você não retornará a uma loja onde foi mal tratado pelos funcionários. Em um mundo competitivo como o nosso, a hospitalidade faz toda a diferença.
Esse conceito pode se estender para todos os setores da sociedade onde exista relacionamento humano. Seja médico, dentista, jardineiro, promotor, porteiro ou qualquer outra profissão, um dos segredos do sucesso está na maneira como você recebe o outro, ou seja, no seu nível de hospitalidade.
Tudo na vida é uma semeadura, colhemos somente aquilo que plantamos e na medida como plantamos. Se recebermos mal as pessoas, seremos também mal recebidos. Como diz o poeta: “Gentileza gera gentileza!”. Da mesma forma, hospitalidade produzirá frutos de hospitalidade.

Como você tem tratado as pessoas a sua volta? Que tal repensar um pouco suas atitudes ou seu modo de falar? O que nos impede de mudar a maneira como tratamos as pessoas? 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação