Precisamos Reinventar.

Vivemos dias difíceis onde não há tempo para mais nada. Todos estão correndo de um lado para o outro buscando seus próprios interesses sem ao menos se importar com as coisas que acontecem a sua volta.
Esquecemos dos amigos, esquecemos dos filhos, esquecemos da família, em fim, esquecemos de muitas coisas que são extremamente importantes no dia a dia. Por isso precisamos reinventar algumas palavras e atitudes essenciais para estes últimos dias.
Passamos horas, porque não dizer dias, usando palavras e formulando frases completamente persuasivas para tentar convencer que estamos certo, de que a aquisição disso, ou daquilo é excelente, que determinado produto é o melhor do mercado, e acabamos nos esquecendo de palavras e frases que são de extrema importância para vida.
Precisamos reinventar frases que são capazes de quebrar barreiras e fazer com que os relacionamentos vivam em perfeita harmonia, que tragam de volta os amigos e a felicidade de estar junto em família. Precisamos voltar a utilizar frases como: Por Favor! Obrigado! Não há de que! Com licença! Te Amo!
Precisamos aprender a Reinventar atitudes. Quantos de nós nos esquecemos completamente da importância de uma atitude. Por isso precisamos reinventá-las. Atitudes como dar lugar ao mais velho, ouvir uma criança, dar passagem ao veículo da frente, bom dia para o porteiro, apertar a mão de um amigo, cumprimentar um estranho. Precisamos reinventar atitudes que venham nos levar a ter uma vida melhor.
Perdemos a graça e o prazer de viver, esquecemos que parte do que somos está justamente no relacionamento que mantemos com os outros, que viver bem não depende somente de dinheiro, carro ou qualquer outro bem material, mas também de estar, e se relacionar, bem com as pessoas a nossa volta.
Quando olhamos para o mundo percebemos o quão egoístas nos tornamos e como a humanidade chegou a um ponto onde as coisas mais importantes têm perdido espaço para as menos importantes. Não nos damos conta, mas temos caminhado para um abismo onde relacionamentos perdem a primazia, e o ter passa a ser o objetivo de nossas vidas.
Precisamos Reinventar novos hábitos, ou seria melhor dizer antigos hábitos? Porque não reinventarmos o hábito de ouvir, de dar atenção, quem sabe o hábito do diálogo, do carinho, do respeito. Pequenas coisas que fazem uma enorme diferença, principalmente para aqueles que têm esperado isso de nós há muito tempo.
Precisamos reinventar passar mais tempo com aqueles a quem amamos. Ouvir, discutir, amar. Aliás, que palavra é esta, tão rara nos últimos tempos? Onde está seu real sentido? O seu real valor? Onde estão as atitudes que realmente correspondem a esta palavrinha chamada amor? Essa sim, essa sim precisa ser Reinventada.
Precisamos Reinventar casais apaixonados, que passam horas e horas se olhando como se o mundo a sua volta não existisse. Mulheres românticas que sonham com o futuro sem se preocupar com o presente. Maridos atenciosos que ainda despertam suspiros na esposa.
Reinventar pais dedicados, avós cuidadosos, vizinhos que se respeitam, amigos que se abraçam e famílias felizes. Precisamos reinventar um mundo onde a violência e o abandono não façam parte das histórias de vida. Onde o preocupar-se com o bem estar do outro é tão importante quanto o nosso.
É tempo de Reinventar!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação