O Futuro é Fruto de Nossas Escolhas.

A vida é feita de escolhas. Todos os dias somos confrontados por situações em que seremos obrigados a escolher entre, no mínimo, duas coisas.

Logo quando acordamos temos a oportunidade de escolher entre levantar ou de não sair da cama, qual roupa iremos usar, qual sapato vamos calçar, se tomaremos ou não um bom café da manhã, em fim, as escolhas são, sempre, nossa primeira opção.

O direito de escolha faz parte da vida do ser humano. Quando Deus criou o homem, deu-lhe o poder do livre arbítrio, ou seja, de escolher o que iria ou não fazer, se o serviria ou não, se ouviria suas palavras ou taparia os ouvidos para aquilo que Ele havia dito.

Aliás, foi por causa dessa escolha que o homem, representado pelo seu patriarca Adão, perdeu o direito de estar eternamente diante do Altíssimo. Algumas pessoas questionam o fato de Deus ter colocado a árvore do bem e do mal no meio do jardim, dizem que quando o Eterno o fez sua intenção era que Adão realmente comesse do fruto para dessa forma aprimorar a humanidade.

Mas, se prestarmos atenção nas palavras do Senhor veremos que o seu objetivo, na verdade era provar o homem na sua fidelidade. O Todo Poderoso deu a ele o direito de escolher entre servi-lo, desfrutando da sua bênção, ou deixar de servi-lo. Fazer ou não fazer sua vontade. Portanto, escolher faz parte da vida desde o princípio.

É muito fácil tentar justificar o erro dizendo que por causa do destino estamos vivendo assim, ou por causa de fulano perdemos tudo, que está sofrendo por falta de compreensão, mas a verdade é que tudo não passa de escolhas.

Temos o direito de escolher entre o bem e o mal, a vida e a morte, a bênção e a maldição. O que decidimos hoje é que fará a diferença amanhã. Isso porque, nossas escolhas são sementes plantadas no presente que no seu devido tempo brotarão, crescerão e darão frutos de acordo com que plantamos.

Muitas pessoas vivem questionando o fato de não viverem bem, não saberem por que suas vidas estão ruins, mas se esquecem de que fizeram uma semeadura no passado. Em algum momento plantaram o mal, a maldição e a morte.

Colhemos hoje o que plantamos ontem, e viveremos amanhã colhendo os frutos daquilo que estamos semeando hoje.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação