HONRA, UM ARTIGO DE LUXO

Atualmente, falar de honra pode parecer um absurdo. Principalmente, diante de uma geração que parece estar “programada” para a desonra. Para ela a figura dos pais, dos professores, dos mais velhos e, principalmente, dos superiores no ambiente de trabalho perdeu todo o sentido.

Em um mundo globalizado, onde parece não haver limites para atuação do ser humano, em que culturas se misturam facilmente e valores acabam perdendo o sentido, a honra tem se tornado um artigo de “lixo”.

Até porque, a palavra nos remete ao entendimento de que é preciso estar debaixo da autoridade de alguém, de obedecer, submeter e respeitar. Nesse contexto, é possível encontrar uma inclinação muito forte das pessoas a desonra, em detrimento da honra.

Aliás, falar sobre o assunto, em muitos lugares, pode ser extremante ofensivo devido à deturpação do caráter e consequente destruição dos princípios elementares para sustentação de uma sociedade saudável.

A verdade é que a honra tem se tornado um artigo de luxo. Poucas pessoas têm a coragem de agir honrosamente, e quando o fazem correm o risco de serem isoladas do grupo.

Quando observamos a dinâmica dos relacionamentos, nas diversas áreas do cotidiano, podemos observar a dificuldade de muitos em estabelecer um padrão de comportamento honroso.

Infelizmente, filhos não honram mais seus pais; funcionários perderam o respeito pelos seus padrões; o motorista não respeita as leis de trânsito, etc. Em todos esses casos, honrar parece ter se tornado um artigo de luxo.

Todavia, mesmo diante todos os desafios, ainda é possível se posicionar do lado certo. Permanecer fiel aos princípios e estabelecer o hábito de honrar as autoridades que estão sobre nós é algo valoroso e que produz um efeito incalculável na vida daqueles que o praticam.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação