APENAS SIMPLES FERRAMENTAS

Quando passamos muito tempo preocupados em observar os outros perdemos grandes oportunidades de transformar a nós mesmos.

Isso vale para o relacionamento familiar, com os companheiros de trabalho, com os vizinhos, com as pessoas da igreja, etc.

Aliás, creio ser esse o motivo pelo qual Jesus nos ensinou a tirarmos primeiro a trave que está em nosso olho. Com certeza, o Mestre queria nos ensinar que a tarefa mais importante seria a de cuidar, trabalhar e melhorar nossas próprias vidas. 

Só há evolução quando paramos de olhar para o defeito dos outros e aceitamos o desafio de ser agentes de transformação das nossas histórias.

É imprescindível deixarmos a preocupação exagerada com o trabalho do outro e focarmos, unicamente, em nosso trabalho, pois somente dessa forma atingiremos os objetivos predefinidos.

Melhorar o nosso desempenho deve tomar, sempre, a maior parte do nosso tempo. E, se o outro pedir ajuda, só se ele pedir, vamos estender a mão e ajudá-lo a levantar.

Porém, essa atitude deve ser feita sempre vazia de qualquer julgamento, pois não somos juízes, mas ferramentas nas mãos do Criador.

Pense sobre isso!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APONTAR O DEDO É FÁCIL, DIFÍCIL É ESTENDER A MÃO

Troca de Valores

A Quebra de Princípios Gera Condenação